Consumo de alimentos fontes de vitamina C em idosos com doença de Alzheimer

Cíntia Corte Real Rodrigues, Silomar Ilha, Elisângela Colpo

Resumo


No estudo teve-se por objetivo analisar o consumo de alimentos fontes de vitamina C por idosos com Doença de Alzheimer (DA). Estudo transversal realizado no domicílio de idosos, nas diferentes fases da doença de Alzheimer e pacientes sem diagnóstico de DA. Aplicou-se um questionário de frequência alimentar para avaliar o consumo de alimentos fontes de vitamina C. Para avaliar o consumo desses alimentos foram realizadas escalas de acordo com os tipos de alimentos com maior e menor quantidade de vitamina C por 100g de alimento e de acordo com o número de vezes que os alimentos foram consumidos, que variou de 1-3 vezes por mês até 5 vezes por dia. Observou-se que os pacientes com e sem DA consomem em média 8 a 9 alimentos ricos em vitamina C por dia. Não foram observadas diferenças no consumo desses alimentos nas diferentes fases estudadas. Sugere-se mais estudos que analisem parâmetros sanguíneos na Doença de Alzheimer.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.