Prevalência de infecções do trato urinário e perfil de susceptibilidade a antimicrobianos de bactérias isoladas

Pâmela Araujo Machado, Ethel Antunes Wilhelm, Cristiane Luchese

Resumo


No presente trabalho, traçou-se a prevalência de infecções do trato urinário (ITU), o perfil de microrganismos causadores e a susceptibilidade dos mesmos frente aos antimicrobianos testados na cidade de Rio Grande/RS. Foi realizada uma análise retrospectiva de laudos de urocultura e urocultura com antibiograma, provenientes de pacientes que utilizaram os serviços de um laboratório de análises clínicas no período de janeiro de 2016 a janeiro de 2017. Os resultados demonstraram que 88,3% das amostras positivas foram oriundas do sexo feminino e 11,7% de pacientes do sexo masculino. Nas mulheres, a faixa etária mais prevalente foi de 14-40 anos, enquanto nos homens foi maior ou igual a 65 anos. Foi observado que 91,3% das uroculturas positivas sugeriram alguma bactéria Gram negativa, como a Escherichia coli e a Klebsiella pneumoniae, enquanto 8,7% foram relacionadas a bactérias Gram positivas, como o Enterococcus spp. O perfil de susceptibilidade da E. coli e K. pneumonie revelou alta sensibilidade a amicacina, imipenem e fosfomicina, enquanto que, para o Enterococcus spp., a sensibilidade foi maior para a vancomicina, nitrofurantoina e penicilina. Em relação a resistência, a E. coli apresentou os maiores índices a ampicilina, sulfametoxasol + trimetoprima e cefalotina; a K. pneumoniae frente a ampicilina, cefalotina e cefoxitina; o Enterococcus spp. frente a tetraciclina e eritromicina. Conclui-se que o sexo feminino possuiu maior prevalência de ITU, com destaque para as mulheres em idade fértil. Dentre os microrganismos isolados nas uroculturas, a E. coli apresentou maior prevalência, seguida pelo K. pneumoniae e Enterococcus spp. No que se refere ao perfil de susceptibilidade, observou-se, para as três bactérias mais frequentes, antimicrobianos com altas taxas de sensibilidade e outros com considerável resistência, sendo esses dados de grande importância para promover um correto tratamento à população riograndina acometida com ITU.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.