Fatores nutricionais associados ao câncer em crianças e adolescentes

Tamiris Gressler Mendes, Franceliane Jobim Benedetti

Resumo


Estima-se que, entre os casos de câncer pediátrico, 25% ocorram em pacientes entre cinco e dez anos de idade, e 25% em pacientes na adolescência, devido aos altos índices desta patologia nessas faixas etárias. Neste trabalho, objetivou-se avaliar o estado nutricional de crianças com câncer. Trata-se de um estudo descritivo, em que foram avaliadas crianças com câncer, no ano de 2011. Avaliou-se o estado nutricional pela antropometria, composição corporal e consumo alimentar. Participaram do estudo 20 crianças, sendo 14 do gênero masculino, tendo como mediana de idade 6 (P25-4,25, P75-10,5) anos. O diagnóstico mais frequente foi a leucemia, que acometeu 15 (75%) dos participantes. De acordo com o Índice de Massa Corporal, foram constatados 8 (40%) eutróficos, 2 (10%) com magreza, 7 (35%) com sobrepeso e 3 (15%) com obesidade ou obesidade grave. A ingestão dos macronutrientes encontrava-se adequada para carboidratos e lipídeos, já as proteínas estavam acima do recomendado. A ingesta de ferro e vitamina A foi inadequada. Conclui-se que esta população apresenta muitos casos de obesidade, além de um consumo inadequado de micronutrientes essenciais nessa faixa etária.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.