Indicadores de risco associados à qualidade de vida de escolares de uma comunidade vulnerável do sul do Brasil

Marlon Lenon Marinho da Silva, Rosiane Filipin Rangel, Fabrício Batistin Zanatta, Dirce Stein Backes, Regina Gema Santini Costenaro, Chaiana Piovesan, Janice Vidal Bertoldo

Resumo


Trata-se de um estudo transversal, representativo de escolas provenientes de uma região socialmente vulnerável de uma cidade do Sul do Brasil, onde se objetivou verificar que indicadores de risco estão associados à qualidade de vida de escolares provenientes de escolas públicas de comunidades vulneráveis no sul do Brasil. Foi aplicado um questionário semiestruturado, na forma de entrevista, para 435 estudantes do ensino fundamental e médio, provenientes de seis escolas públicas de uma comunidade vulnerável. Os sujeitos foram aleatoriamente selecionados e o número de estudantes foi previamente estimado por meio de um cálculo amostral. Os dados foram coletados entre os meses de outubro/2011 e março/2012. Os resultados foram apresentados de forma descritiva. As variáveis, renda familiar e escolaridade, apresentaram significância estatística. Conclui-se que a qualidade de vida dos entrevistados sofre a influência da família. Além disso, a renda e a escolaridade são fatores que intereferem no desejo do momento relacionados a estudar e trabalhar.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.