Potencial citogenotóxico de efluente de indústria de bebidas não alcoólicas em cebola

Marleen da Rosa, Alessandra Breitenback, Julia Piovesan Somavilla, Felipe Farcili Scremin, Rodrigo Fernando dos Santos Salazar, Noeli Júlia Schüssler de Vasconcellos

Resumo


A planta Allium cepa (cebola) é considerada um dos organismos mais eficazes na detecção de toxicidade. Neste trabalho, foi avaliado o potencial citogenotóxico do efluente de indústria de bebidas não alcoólicas em Allium cepa. O experimento foi completamente casualizado com cinco repetições de 20 sementes, em placas de petri, adicionados 6 mL de solução do efluente tratado, efluente bruto e o controle. A citotoxicidade foi estimada pelo índice de germinação, e a genotoxicidade, por meio do percentual de micronúcleos. A germinação e o crescimento relativo das radículas tiveram comportamento muito semelhante entre os tratamentos, porém o crescimento das radículas dentro dos tratamentos foi bem heterogêneo. O percentual de micronúcleos foi elevado no efluente bruto, na concentração 100% em comparação ao controle e ao efluente tratado. Concluiu-se que o efluente, mesmo sem tratamento, nas condições testadas neste trabalho, não é fitotóxico para Allium cepa.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.