Áreas impactadas na sub-bacia do Rio Gualaxo do Norte: rompimento da Barragem de Fundão, MG

Guilherme Soares da Cruz, André Luis Domingues

Resumo


Em cinco de novembro de 2015, em Mariana, Minas Gerais (MG), ocorreu o maior acidente ambiental com barragens de rejeitos de mineração no mundo. Nessa ocasião, mais de 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos foram despejados no ambiente. Com a constatação da relevância de obterem-se dados sobre as áreas atingidas diretamente pelo rejeito e a escassez de estudos realizados até o momento, faz-se necessária a realização de um estudo para a caracterização local, voltado aos danos gerados por onde a lama passou. Nesse sentido, este trabalho foi realizado com o objetivo de classificar e quantificar as áreas impactadas pelo rejeito dentro da sub-bacia do Rio Gualaxo do Norte, MG. Para isso, a área impactada na sub-bacia do rio Gualaxo do Norte foi determinada, delimitada e quantificada após o rompimento, em um mosaico de imagens de satélite obtidas no Google Earth Pro. A classificação e quantificação do uso do solo na área impactada foram realizadas sobrepondo o limite da área afetada pelo rejeito sobre o mosaico de imagens de satélite de um período anterior ao rompimento da barragem. Constatou-se que 749 hectares foram impactados por rejeitos da mineração. Destes, 243,3 hectares eram florestas, 146,3 hectares eram recursos hídricos, 287,5 hectares eram destinados ao uso agrícola, 18 hectares de estradas e 41,5 hectares da área urbana do distrito de Bento Rodrigues, o qual foi totalmente tomado pelos rejeitos, o que deu proporções enormes ao desastre.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.