Adsorção física do fulereno com o 5-Fluoruoracil: um estudo teórico

Luiza Goulart, Mariana Zancan Tonel, Jussane Rossato

Resumo


O fulereno (C60) é um nanomaterial de carbono bastante promissor, pois possui diversas aplicações, dentre elas, na área biomédica como carregador de fármacos. Já o 5-Fluoruoracil (5-FU) é um anticancerígeno utilizado para o tratamento de diversos tipos de câncer, tais como: mama, estômago, colo de reto e pâncreas. No entanto, o seu uso pode apresentar várias reações adversas, como estomatite, neurotoxicidade e cardiotoxicidade. Dessa forma, a associação do C60a 5-FU poderia criar um sistema de carreamento desse fármaco, potencializando a ação anticancerígena e diminuindo os efeitos colaterais. Neste trabalho, avaliamos as propriedades eletrônicas e estruturais do C60 interagindo com o 5-FU, utilizando simulações computacionais baseadas na Teoria do Funcional da Densidade (DFT). Os resultados mostram que a diferença HOMO (Highest Occupied Molecular Orbital)/LUMO (Lowest Unoccupied Molecular Orbital) para o fármaco foi de 3,541 eV e a energia de ligação para as interações entre o fulereno e o 5-FU variam de -0,021 eV a -0,081 eV. Estas interações são caracterizadas como fracas (interações de Van der Waals). Dessa maneira, ocorre uma adsorção física do 5-FU no fulereno.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.