Obtenção de concreto leve: um estudo sobre a adição de polímero com grupos funcionais (PET) e sem grupos funcionais (PP)

Priscila Marques Correa, Luiz Fernando Rodrigues Júnior

Resumo


A redução dos custos associados à produção e o aumento do poder aquisitivo da sociedade gerou um grande consumo de embalagens poliméricas. Este tipo de embalagem, em sua maioria, recebe um descarte inadequado pela população e gera um grande problema ambiental. Uma das alternativas para a redução do impacto é a reciclagem por meio de sua adição no concreto, formando um novo material de baixa densidade, com crescente utilização na indústria da construção civil, e denominado de concreto leve. Neste estudo, foram utilizadas embalagens de poli (tereftalato de etileno) (PET) e polipropileno (PP) oriundos do lixo doméstico para a fabricação de concreto leve. O material obtido foi caracterizado por ensaios de resistência à compressão, isolamento térmico e acústico, absorção de água e densidade, e a partir dos resultados obtidos, pode-se comprovar a possibilidade de utilização deste tipo de resíduo na produção de novos concretos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.