Produção de nanotubos de carbono via técnica de deposição química de vapor

Iuri Jauris, Claudir Gabriel Kaulfmann, Ana Paula Tasquetto da Silva, Benonio Terra Villalba, Yara Pires Dias, Marta Palma Alves, Renata Raffin, Eduardo Ceretta Moreira, Solange Binotto Fagan

Resumo


Neste trabalho foram produzidos nanotubos de carbono utilizando-se a técnica de deposição química a vapor. Após a etapa de produção foi realizada a purificação térmica e, posteriormente, purificação química de parte das amostras produzidas, para fins de comparação. A composição destas amostras, purificada e não purificada, foi estudada por meio da Espectroscopia Raman. De acordo com a amplitude do pico G’ do espectro Raman, verificou-se que ambas as amostras possuem quantidades significativas de nanotubos de parede múltipla (MWCNT) na sua composição. Já o pico da banda D, quando comparado ao pico da banda G, sugere que os nanotubos presentes na amostra apresentam uma grande quantidade de defeitos nas suas estruturas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.