Propriedades eletrônicas e estruturais de nanotubos de carbono dopados por metais

Alisson Ronieri Cadore, Vivian Machado de Menezes, Solange Binotto Fagan, Jussane Rossato, Ivana Zanella

Resumo


Neste trabalho foram analisados, por meio de simulações de primeiros princípios baseados na teoria do funcional da densidade (DFT), nanotubos de carbono de parede simples interagindo com metais, sendo eles, alumínio, ferro, manganês e titânio, por meio de dopagem substitucional e adsorção. Foram avaliadas as propriedades eletrônicas e estruturais dos sistemas, para cada um dos dopantes utilizados. Uma vez que tais materiais apresentam características peculiares, como a de apresentar alta resistência além de flexibilidade, esses podem ser aplicados desde a eletrônica até a farmácia. Pelos resultados constatou-se que é possível modificar a polarização de spin dos sistemas, além de haver uma troca do caráter de condução do nanotubo de carbono, o que é de grande relevância a aplicação destes elementos na spintrônica e desenvolvimento de novos materiais de interesse nanotecnológico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.