Doses de exposição à radiação em pacientes submetidos a exames de fluoroscopia

Cassiano Martins, Valnir de Paula

Resumo


A fluoroscopia é uma técnica de diagnóstico especializada, aplicada em procedimentos cirúrgicos que, por meio da interação dos raios X com a matéria e  de um sistema de observação digital, é empregada na sua forma mais dinâmica. Evita a necessidade de grandes incisões, acelera a recuperação do paciente, diminui o tempo de internação e o risco de infecções. É um método que requer uma alta dose de radiação X, devido ao longo tempo de exposição do paciente ao feixe de raios X. Este trabalho avalia a taxa de dose na entrada da pele, calculada a partir da grandeza medida chamada kerma. Através da avaliação do desempenho do equipamento, fatores técnicos e comparações dos níveis de kerma administrados com os níveis de referência, concluiu-se que as exposições dos pacientes permaneceram em níveis considerados aceitáveis, atendendo às diretrizes e normas de proteção radiológica. A aplicação máxima chegou a pouco mais de 1Gy, que é a metade da dose minima necessária para a ocorrência de dano na pele.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.