Riscos ambientais em indústria concreteira de Santa Maria, RS

Rafael Zini Ouriques, Lidiane Bittencourt Barroso

Resumo


Sabe-se que o avanço tecnológico, proporcionou muitas vantagens para o trabalho, como rapidez e economia, mas também deu origem a vários subprodutos ou efeitos nocivos à qualidade de vida, à segurança individual e coletiva. O objetivo deste trabalho foi avaliar os riscos ambientais de uma indústria concreteira de Santa Maria, RS. Para a medição dos níveis de ruídos, foi utilizado um decibelímetro digital. As medições foram realizadas nos equipamentos de carregamento e transporte de matéria-prima, areia. A identificação dos riscos ergonômicos ocorreu por meio da avaliação do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais e de observações durante o processo produtivo da indústria. Estes foram identificados de acordo com a atividade executada pelos funcionários. Alguns níveis de ruído estavam acima do recomendado pela Norma Regulamentadora 15. Os riscos ergonômicos identificados acentuam-se no setor administrativo e na etapa do carregamento manual e transporte do material. Portanto, em locais onde o nível de ruído encontra-se acima dos limites de tolerância, deve-se utilizar o protetor auricular adequado ao nível de ruído. Em se tratando dos riscos ergonômicos, recomendam-se pequenos intervalos de descanso, para o relaxamento dos músculos, evitando assim dores por esforços ou movimentos repetitivos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.