Estudo da freqüência de células T através da técnica LDA em culturas irradiadas entre zero e 500 cGy

Renato José Martini Filho, Evamberto Garcia de Góes, Vania Elisabeth Barlette, Dimas Tadeu Covas, Maristela Orellana

Resumo


A doença enxerto-versus-hospedeiro associada à transfusão (DEVHAT)
é uma reação transfusional fatal que é causada pela presença de células
T viáveis no sangue do doador. A DEVH-AT não responde a nenhum tipo de terapia e a melhor metodologia de prevenção é a desativação das células T através da irradiação do sangue antes da transfusão. Ainda não é conhecido o número mínimo de células T necessário para desencadear a DEVH-AT. Assim, é importante conhecer a relação entre a dose de radiação que o sangue absorve e o número de células T que permanece viável após a irradiação. A técnica Análise por Limite de Diluição (LDA) tem sido utilizada para caracterizar freqüências de células T residuais viáveis em cultura. Neste trabalho, realizaram-se experimentos e cálculos teóricos LDA com dose entre zero e 500 cG, utilizando o modelo de Poisson de uma única chance. O objetivo desses estudos foi estimar a freqüência de proliferação de células T irradiadas para a dose investigada. Foram consideradas diluições seriadas
de razão 4 e 2 para os estudos experimentais e teóricos, respectivamente. Resultados preliminares indicam que não ocorreram perdas de informação quando experimentos LDA foram realizados utilizando-se diluições seriadas de razão 4.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.