Solução formal e funcional para proteção solar em projetos arquitetônicos

Mariana Townsend, Liése Basso Vieira

Resumo


No presente trabalho teve-se como objetivo realizar um levantamento teórico e proposição de um anteprojeto arquitetônico para um Centro de Desenvolvimento Infantil. A primeira infância constitui investimento social, pois é de zero a seis anos de idade que a criança estabelece a arquitetura cerebral que lhe permitirá aprender, sentir, relacionar-se, comportar-se e desenvolver-se ao longo da vida. O aprendizado infantil acontece de maneira diferenciada, e o espaço é um dos condicionantes que podem contribuir positivamente neste processo através da concepção arquitetônica, proporcionando a criança uma interação sinestésica e multissensorial, desenvolvendo-se de maneira dinâmica através dos brinquedos e brincadeiras próprios a idade e o espaço atuando como cenário para o uso e exploração através do imaginário infantil. Esta pesquisa classifica-se como qualitativa e de caráter exploratório. A metodologia de trabalho aplicada, dada o universo que envolve a proposta desse trabalho, deverá ser desenvolvida através da pesquisa bibliográfica e do levantamento de dados. Os estudos relacionados a implantação do Centro de Desenvolvimento Infantil, proporcionaram uma visão holística da situação dos ambientes para educação infantil no Brasil, percebendo-se a carência de espaços para este fim, e as deficiências dos ambientes existentes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.