Da Reuters para a Folha de São Paulo – a qualidade de tradução em artigos da área médica

Suzana Pimenta Lopes, Véra Maria Xavier dos Santos

Resumo


Neste trabalho analisa-se um artigo científico da área médica, traduzido do inglês pela Folha de São Paulo para o português, a partir de publicações da agência Reuters, e o objetivo é verificar, quantitativa e qualitativa-mente, a tradução deste jornal paulista. Optou-se por um artigo científico da área médica, pois quando esse é traduzido sofre diferentes tipos de problemas, podendo acarretar tanto ambigüidades quanto uma falsa informação o que pode comprometer o artigo original. A análise da tradução de um texto deste ano, escolhido aleatoriamente, é avaliada quantitativamente, por meio de tabelas originadas por Vinay e Darbelnet (1958) e reformuladas e cita-das por AUBERT (1991). A parte qualitativa é investigada a partir do mode-lo de Juliana House, abordado no trabalho de RODRIGUES (1985). Nota-se que, na tradução do artigo selecionado, destaca-se a modalidade omissão, e isso pode ser justificado de duas maneiras: ou a ocultação ocorreu por censura, ou por limitação de espaço físico. Acredita-se ser a última hipótese de melhor justificativa já que, normalmente, temos espaços delimitados para as reportagens publicadas em jornais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.