Adsorção de alaranjado de metila em titanatos nanoestruturados

Stefanie Camile Schwarz, Alejandro Carvalho Sanches, Solange Binotto Fagan, Renata Platcheck Raffin, Luis Otavio de Sousa Bulhões

Resumo


As nanofitas de titanato de sódio são sintetizadas via tratamento hidrotermal em meio alcalino, utilizando o dióxido de titânio (TiO2) na fase anatase como precursor, a temperatura de 200°C e pressão de 20 bar. A análise da morfologia indica a formação de nanofitas com 200 nm de largura, com cerca de 3 µm de comprimento. A área específica foi de 33 m2g-1 , cerca de 30 % maior do que a área do precursor. O material foi analisado por difração de raios X, sendo caracterizado como Na2Ti4O9. O alaranjado de metila foi utilizado como corante modelo para investigar as propriedades de adsorção do titanato de sódio. As medidas foram realizadas com uma solução aquosa de alaranjado de metila 2×10-5 mol dm-3 com pH=6,0, a temperatura de 25°C. A cinética heterogênea de adsorção é de ordem zero com a constante específica de 5,3×10-5 mol dm-3 s-1. O material é promissor para o tratamento de efluentes envolvendo uma etapa de adsorção seguida de fotocatálise.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DA UNIVERSIDADE FRANCISCANA

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

 

INDEXADA EM


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusivados autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.